Celulite tem cura

Tempo de leitura: 4 minutos

Celulite tem cura?

Por mais que não seja considerada uma doença, muitas pessoas sempre perguntam se a celulite tem cura, onde a busca por um tratamento eficaz continua cada vez maior, pois é algo que incomoda muito as mulheres, as quais ficam com a pele com aparência de casca de laranja.

Com isso, não existe problema maior para todas as mulheres do que um corpo todo cheio de celulites, o qual costuma atingir glúteos, coxas e pernas. Elas são pequenas ondulações e furinhos que aparecem, existindo muitas vezes graus variados sendo recomendado para cada um deles um tipo diferente de tratamento.

De forma geral, ela tem como causa as alterações que os tecidos de gordura sofrem no organismo, quando o mesmo que fica sobre a pele passa por um processo de formação de tecido fibroso. Muitas vezes, a celulite é causada por problemas hormonais, excesso de gordura localizada, retenção de líquidos, flacidez, entre outras causas.

Mas, a principal causa é o acumulo de gordura que esta diretamente relacionada às pessoas com uma vida sedentária e uma alimentação incorreta. Assim, com mais gorduras sobre a pele, o processo de oxigenação nos tecidos se tornam muito mais difícil o que leva muitas vezes a uma alteração na microcirculação do sangue.

Tipos de celulite

Conforme as características do nível de flacidez da pele, o aspecto da área que foi afetada e a profundidade das depressões, a celulite pode ser separada em alguns estágios ou graus. Acompanhe abaixo como ocorre cada estagio.

A celulite de primeiro grau é aquela que só é visível se a pessoa pressionar a área afetada ou o musculo for contraído, sendo assim caraterizada por pouco acumulo de gordura.

A celulite de segundo grau pode ser notada a primeira vista onde apresenta um pequeno acumulo de gordura que pode ser facilmente percebido, sendo já palpável e dolorida, além de apresentar pequenos nódulos e lesões mais profundas, que pode vir de uma pequena alteração do sistema circulatório.

A celulite de terceiro grau tem ondulações sobre a pele e já pode apresentar um aspecto de casca de laranja, onde a gordura acumulada provoca o aumento das toxinas no corpo podendo ser muito dolorosa.

A celulite de quarto grau é considerada o caso mais grave, pois causa deformidades na pele e prejudica todo o contorno do corpo feminino. Neste estado avançado da celulite, dores e edemas podem surgir.

Para o tratamento da celulite é preciso que ocorra uma mudança de habito de vida, sendo preciso em primeiro lugar adotar uma dieta bastante saudável e a regularidade de exercícios físicos. Saiba mais abaixo os tratamentos existentes para a celulite.

A drenagem linfática é um dos métodos de tratamento mais difundidos e acessíveis, consistindo de uma massagem que estimula a eliminação de liquido e toxinas que estão retidas nos tecidos.

A radiofrequência é um dos tratamentos mais eficazes contra a celulite, pois atua diretamente nos tecidos conjuntivos trazendo resultados muito mais duradouros.

A endermologia é um tratamento não invasivo, pois consiste na utilização de um aparelho com dois rolos pequenos que realizam massagem por sucção ou uma drenagem linfática mais potente.

A mesoterapia é um procedimento realizado através da aplicação de uma serie de medicamentos diretamente na área afetada com celulite.

Assim como a drenagem linfática, a massagem modeladora também ajuda na eliminação do excesso de fluidos que estão retidos sobre a pele, tendo como vantagem a atuação sobre as reservas de gorduras que se encontram nas camadas mais profundas do tecido.

No tratamento com laser, após a aplicação de uma anestesia local, o dermatologista faz pequenas incisões na pele que esta afetada pela celulite, e é através desses furinhos que irão entrar duas pequenas cânulas com a fibra ótica do aparelho, gerando calor e destruindo as gorduras localizadas.

Mesmo com muitos tratamentos existentes contra a celulite, além dos citados acima, para que você realize uma boa escolha é importante à procura de um profissional com ótimas qualificações e recomendações, além disso, deve ter acompanhamento de um apoio multidisciplinar como um preparador físico e um nutricionista.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6.467 votos, total: 4,30 de 5)
Loading...