Sobrevivendo a Menopausa

Tempo de leitura: 15 minutos

Sobrevivendo a Menopausa

Você sabe tudo sobre a menopausa? O curso sobrevivendo a menopausa funciona?
Se você chegou aqui é porque procura por uma maneira de amenizar os problemas da menopausa. talvez você tenha procurado pelo e-book Sobrevivendo a Menopausa o qual eu pretendo falar no final do artigo.

Neste artigo eu vou falar sobre os tratamentos e sintomas da menopausa e também sobre o Sobrevivendo a Menopausa. Para ir direto para os pontos positivos e negativos do e-book é só clicar aqui. Caso você ainda não conheça os tratamentos para menopausa, dietas, e formas de amenizá-la basta continuar lendo este artigo no qual eu pretendo tirar as principais dúvidas das mulheres que estão nessa fase da vida e também apresentar os principais tratamentos para a menopausa.

O que é menopausa?

A menopausa é o período após a última menstruação da mulher e ocorre geralmente entre os 45 e 55 anos de idade. Os médicos definem a menopausa como o período onde os ovários envelhecem e param de produzir os hormônios sexuais encerrando os ciclos menstruais e ovulatórios.

A mulher só entra na menopausa quando fica pelo menos um ano sem menstruar. Lembrando que existe também a menopausa cirúrgica que acontece após a retirada dos ovários ou do útero.

Quando o útero é removido, a menopusa geralmente inicia mais cedo, em média aos 45 anos de idade.
Essa é uma fase natural na vida de toda mulher onde ocorrem transformações no organismo que aumentam a possibilidade do aparecimento e aumento de doenças, porém em alguns casos a menopausa não precisa de nenhum tipo de tratamento.

O que é o Climatério?

O climatério engloba toda a fase de mudanças na vida da mulher que marca a transição do período reprodutivo para o não reprodutivo, onde os ovários começam a deixar de produzir hormônios em quatidades adequadas. Dentro dessa fase ocorre a menopausa que é a última menstruação da mulher.

As principais fases do climatério são:

  • Pré-menopausa (dos 35 aos 48 anos)
  • Perimenopausa (dos 45 aos 50 anos)
  • Menopausa (por volta dos 48 anos)
  • Pós-menopausa (dos 48 aos 65 anos)

Entre os principais efeitos do climatério estão o calorão, irritabilidade, insônia, humor instável, depressão, angústia, ressecamento da pele, dor nas relações sexuais, envelhecimento precoce, surgimento de infecções urinárias frequentes, perda de massa óssea e hipertensão arterial.

Causas da menopausa? Por quê a menopausa acontece?

Ela acontece quando os seus ovários começam a fazer menos hormônios reprodutivos (estrogênio e progesterona) e com isso a sua fertilidade diminuí.

Além disso a menopausa pode acontecer após uma quimioterapia, remoção do útero ou insuficiência ovariana primária. Quando os ovários da mulher produzem uma quantidade de hormônios muito abaixo do ideal, isso pode ocorrer por fatores genéticos ou por doença auto-imune.

Quais são os sintomas da menopausa

Sintomas da Menopausa
Sintomas da Menopausa

Na fase do climatério uma série de sintomas físicos e comportamentais alteram a rotina e a vida da mulher. Essa fase tem este nome pois um dos sintomas mais comum é a onda de calor também conhecida como fogacho.

O fogacho afeta entre 60 a 80 porcento das mulheres, os relatos são de uma intensa onda de calor  na pele, principalmente no tronco superior, pescoço e face. Com o aumento do sangue circulando nessas regiões, o que causa uma vermelhidão da pele, e muitas vezes pode haver um aumento do suor produzido.

Algumas mulheres podem apresentar também palpitações e sensação de desmaio. No entanto, a intensidade dos sintomas varia de mulher para mulher.

Confira abaixo uma lista com os principais sintomas da menopausa:

  • Alterações na distribuição da gordura corporal;
  • Aumento do risco cardiovascular;
  • Ausência da menstruação;
  • Cansaço frequente;
  • Coceira e secura vaginal, que pode levar a dor na relação sexual;
  • Diminuição da atenção e memória;
  • Diminuição da elasticidade da pele;
  • Diminuição do tamanho dos seios e perda de firmeza;
  • Dores de cabeça;
  • Fogacho (Ondas de calor)
  • Ganho de peso e desaceleração do metabolismo;
  • Insônia;
  • Mudanças de humor, com períodos de ansiedade, irritabilidade e depressão, além da diminuição da auto-estima;
  • Pele seca e cabelos mais finos;
  • Perda de massa óssea (osteoporose);
  • Queda de cabelo;
  • Redução da libido;
  • Sudorese noturna;

Isso também vale para os sintomas da menopausa aos 40 anos, sintomas da menopausa aos 47 anos, sintomas da menopausa aos 44 anos, sintomas da menopausa aos 48 anos, sintomas da menopausa aos 52 anos.

Menopausa precoce tem cura?

Não existe uma cura para a menopausa precoce, mas é possível tratar os sintomas com suplementação alimentar e terapia de reposição hormonal. A média de mulheres que conseguem ter filhos durante a menopausa fica entre 5 e 10 porcento. Quando os ovários param de funcionar, os níveis de estrogênio e progesterona despencam.

É importante fazer o tratamento para a menopausa cuidando dos problemas físicos e principalmente dos problemas emocionais.

A reposição hormonal ajuda a prevenir os principais sintomas da menopausa ocasionados pela deficiência de estrogênio. Além do estrogênio a progesterona também costuma ser prescrita. Ela protege o revestimento do útero por causa das mudanças pré-cancerosas causadas por tomar estrogênio sozinho.

A reposição com estrogênio pode ser feita em forma de pílula, gel, adesivo ou um anel vaginal que pode ser substituído a cada 3 meses.

Durante o tratamento hormonal pode ocorrer o sangramento vaginal por causa da combinação de hormônios, mas não é possível restabelecer as funções do ovário.

Também é muito comum a resposição de vitamina D e suplementos de cálcio para prevenir o desgaste dos ossos durante este período. Provavelmente o seu médico irá pedir um exame de densidade óssea antes de começar a fazer o uso da suplementação.

Uma solução para a mulher que deseja ter filhos mas está na menopausa é a fertilização in vitro com ovúlos doados, este tratamento com óvulos fertilizados em laboratório tem uma excelente taxa de sucesso e é muito utilizado.

Fogacho e Afrontamento – Calor na Menopausa

Fogacho e Afrontamento – Calor na Menopausa
Fogacho e Afrontamento – Calor na Menopausa

O Fogacho é uma sensação de calor que surge derrepende atingindo a parte superior do tórax e o rosto, logo em seguida se espalha para o corpo todo.

Apesar do calorão a temperatura corporal da mulher continua normal, após a diminuição do nível de estrogênio o organismo age de forma equivocada como se o corpo estivesse muito quente e começa uma dilatação dos vasos da pele causando vermelhidão e transpiração.

Após a transpiração o corpo perde calor e logo em seguida a temperatura corporal caí rapidamente fazendo o fogacho se dissipar e dar lugar aos calafrios.

Algumas mulheres sofrem com as ondas de calor durante o sono e isso acaba diminuindo a qualidade do sono e em alguns casos pode levar a mulher a insônia. Este caso pode ser agravado com uma crise de depressão se tornando em um distúrbio do sono.

A grande maioria das mulheres sofrem com o fogacho, porém o quadro se agrava caso você seja fumante, sendentária ou tenha sobrepeso.

Mulheres de origem asiática tem uma tendência menor a ter as ondas de calor, as de origem europeia e afrodescendentes costumam sofrer mais com o fogacho.

O fogacho atinge 3/4 das mulheres, em 80% dos casos ele dura por mais de um ano. Na média o fogacho dura por 2 ou 3 anos. Um número menor de mulheres, cerca de 25% sofrem com as ondas de calor por mais de 5 anos e apenas 10% continuam com os sintomas depois dos 70 anos de idade.

Remédios naturais para menopausa

Muitos médicos receitam tratamentos hormonais para amenizar os sintomas da menopausa, porém existem vários remédios naturais que ajudam a aliviar os principais sintomas e não possuem efeitos colaterais. Confira a lista com os melhores tratamentos naturais para a menopausa.

Aromaterapia

A aromaterapia ajuda a combater as ondas de calor. Misture a um frasco de 50ml de óleo de amêndoas 8 gotas de cada uma dessas essências: manjericão, louro, hortelã, sálvia e anis estrelado. Esfregue algumas gotas deste remédio no interior dos pulsos e dos braços sempre que sentir ondas de calor, ou até três vezes ao dia.

Cohosh preto

Essa erva é utilizada para tratar desequilíbrios hormonais, como cólicas menstruais, ondas de calor, irritabilidade, alterações de humor e insônia. É possível encontrá-la na forma de chá, extrato ou cápsulas.

Creme de Progesterona Natural

Recomendado para equilibrar os níveis de estrogênio e aliviar as ondas de calor.

Ginseng

Você pode encontrá-lo em forma de chás ou cápsulas em lojas de produtos naturais. Ele contribuí estimulando as glândulas supra-renais.

Chá de Hamamélis

Diminuí as ondas de calor durante a noite. Coloque as folhas secas da planta e, uma xícara com água quente e deixe que descanse por alguns minutos. Esse chá é indicado para consumir duas vezes ao dia.

Infusão de tília

Reduz o calor e suores noturnos. Coloque duas de chá de flor de tília em uma xícara com água quente, deixe que repouse por cinco minutos e beba antes de ir para cama.

Maca

A Maca é uma raiz utilizada por povos nativos do Peru. Ela ajuda a equilibrar os hormônios, alivia o estresse, restaura as glândulas e pode ser encontrada em pó ou em cápsula. A dosagem varia e o ideal é seguir as instruções da embalagem.

Óleo de linhaça

Contém ácidos graxos que ajudam a reduzir os sintomas da menopausa estabilizando os níveis de estrogênio.

Sálvia

Além de proporcionar alívio para os fogachos, a sálvia auxilia na digestão, diarreia infantil e dor de cabeça. Portanto, beba algumas xícaras de chá de sálvia diariamente.

Trevo vermelho

O Trevo vermelho contém grandes quantidades de fitoestrogênios conhecidos como isoflavonas, que têm demonstrado reduzir a intensidade e frequência dos fogachos. Beba de 1 a 2 xícaras de leite de soja orgânica por dia, ou tome a sopa de missô de três a quatro vezes por semana.

Vitamina C

A vitamina C diminuí os fogachos, ela ajuda na fabricação de hormônios da glândula adrenal que ajuda o corpo a lidar com todos os tipos de estresse e utiliza muito a vitamina C.

Alimentos para menopausa: O que incluir na sua dieta na menopausa?

Alimentos para menopausa: O que incluir na sua dieta na menopausa?
Alimentos para menopausa: O que incluir na sua dieta na menopausa?

Com uma alimentação correta você pode diminuir os efeitos dessa fase, além dos cuidados, alimentos e suplementos indicados acima você também pode consumir os alimentos indicados logo abaixo, mas lembre-se de consultar o seu ginecologista e sua nutricionista antes de mudar a sua dieta por completo.

Procure incluir na sua dieta verduras que protegem a pele como couve, agrião, rúcula, brócolis. Muita proteína como feijão, soja, peixes e carnes.

Aumente a ingestão de cálcio e vitamina C, consuma laranja, limão, beterraba, óleo de linhaça, acerola, cenoura e macadâmia.

Coma banana e tome pelo menos 2 litros de água por dia. Para combater a insônia tome chás de camomila, melissa e centelha asiática. Use duas colheres de sopa dessa mistura para 400 ml de água.

E por fim evite frituras, refrigerantes, alimentos processados ou alimentos com alto teor de sódio.

Seguindo essas dicas você irá amenizar os efeitos da menopausa e também irá aumentar a qualidade da sua alimentação.

Com quantos anos a mulher entra na menopausa?

Com quantos anos a mulher entra na menopausa?
Com quantos anos a mulher entra na menopausa?

A idade em que a mulher entra na menopausa varia entre os 45 e 55 anos de idade, porém você pode começar a sentir os sintomas com maior ou menor intensidade um pouco antes aos 42 anos, ou seja você pode ter uma menopausa precoce.

A fase em que o surgimento dos sintomas da menopausa começam a aparecer é chamada de climatério. Após o surgimento dos sintomas a menopausa pode demorar até 5 anos para acontecer.

A data em que a mulher entra na menopausa é definida pelos genes que cada uma traz. A idade em que a sua mãe entrou na menopausa pode servir para avaliar a idade em que você  entrará na menopausa mas não pode servir de regra.  Os hábitos alimentares e o estilo de vida são os outros fatores que interagem com a herança genética para determinar a idade da menopausa.

Lembrando que o início da menopausa só pode ser considerado após um ano do último fluxo menstrual. Durante esse intervalo, a mulher ainda pode ocasionalmente menstruar.

Como saber se estou na menopausa?

Se você está há pelo menos 12 meses sem menstruar, provavelmente você está na menopausa. O exame que verifica a quantidade de FSH (hormônio folículo estimulante) indica se você entrou na menopausa. Uma grande quantidade deste hormônio indica a diminuição da função ovariana.

Lembre-se de procurar o seu ginecologista, pois somente ele vai poder dizer com precisão se você entrou ou não na menopausa. Menopausa não é uma doença, é apenas um ciclo na vida da mulher.

Sobrevivendo a Menopausa Funciona?

Sobrevivendo a Menopausa Funciona?
Sobrevivendo a Menopausa Funciona?

O E-book Sobrevivendo a Menopausa fala sobre os principais problemas da reposição hormonal e seus efeitos colaterais. Com o Sobrevivendo a Menopausa você terá acesso a uma série de tratamentos naturais, suplementos e alimentos que irão ajudá-la a amenizar os principais efeitos da menopausa.

No Programa Sobrevivendo a Menopausa, você encontrará o melhor método 100% prático com o objetivo de manter seus hormônios controlados e obter melhor qualidade de vida para a mulher. Aprenda amenizar e eliminar todos os sintomas da menopausa naturalmente. Sem os Efeitos Colaterais que a Terapia de Reposição de Hormonal Traz Para a Mulher!

Alguns dos números do Sobrevivendo a Menopausa:

  • 2.232 Mulheres estão Comprovando a Eficácia do Método
  • Programa Alimentar Fácil de Seguir – Sem restrições de alimentos
  • Método Passo a Passo
  • Entrega Imediata e sem Taxa de Entrega
  • Linguagem Simples e Objetiva
  • Segredo Revelado: O que a Indústria de Alimentos NÃO quer que você Saiba!
  • Resultados em Até 30 Dias!
  • Sem Reposição Hormonal
  • Sem Efeitos Colaterais

Assista o vídeo abaixo para uma apresentação mais completa do Sobrevivendo a Menopausa:

Depoimentos sobre o Sobrevivendo a Menopausa

Confira os depoimentos das mulheres que utilizaram as dicas do e-book Sobrevivendo a Menopausa:

O que eu recebo após a compra do Sobrevivendo a Menopausa?

O Método Sobrevivendo a Menopausa está separado em Módulos com Passo a Passo Indicado para as Mulheres Alcançarem uma Vida Saudável nesta Fase Difícil da Vida.

O que é de Verdade a Menopausa

Neste Módulo você Aprenderá o que de Fato é a Menopausa, sem Termos Médicos Complicados. De forma Simples e Fácil.

Conhecerá os Sintomas mais Comuns desta fase

Neste Módulo, Entenda quais são os Sintomas mais Comuns da Menopausa. Aprenda a Identificá-los.

Poderoso Suplemento!

Aqui você conhecerá um suplemento pouco falado na mídia e seu poder para combater a falta de cálcio e os principais sintomas da menopausa.

Segredos Revelados!

Descubra o que a indústria alimentícia não quer que você saiba sobre um dos piores alimentos que está em sua mesa todos os dias.

Passo a Passo

Simples e prático que já ajudou mais de 2.232 mulheres que estão na menopausa.

Área de Membros

Acesso imediato à área exclusiva de membros Sobrevivendo a Menopausa, onde você encontrará todo conteúdo único e poderá interagir com nossa equipe, além de fazer suas próprias anotações.

Bônus deste Lote Especial

Livro digital “5 Passos para Sobreviver a Menopausa” e o Guia Prático Sobrevivendo a Menopausa.

Não espere mais! Clique aqui e tenha acesso ao programa completo do Sobrevivendo a Menopausa!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10.568 votos, total: 4,90 de 5)
Loading...